• Nenhum produto no carrinho.

John Wilkinson

Ano passado eu e a minha esposa fomos para China durante um mês e visitamos muitas cidades do Norte ao Sul viajando de avião, de trem, de ônibus e de carro. Antes de ir, eu fiz um curso intensivo de um mês de “pinyin” com a professora do OiChina.

“Pinyin” é uma ótima introdução ao Mandarim porque faz uma tradução fonética dos caracteres chineses e você pode estudar como se fosse uma língua estrangeira qualquer. Aprendi muitas frases e talvez mais importante os sons porque pinyin coloca acentos acima das palavras indicando a sua tonalidade. Foi muito útil na viagem e minha esposa, que não tinha feito o curso, rapidamente adotou frases como “duoshao qian” (how much?) e “cesuo zai nali” (onde fica o banheiro?). Não só isso. O pinyin ajuda você a estabelecer aquele tão importante “primeiro contato” como os Chineses seja em transporte, hotéis, restaurantes, lojas ou andando nas ruas.

Mas a China não é pinyin e por todo lado enfrentamos esse mistério do “hanzi”, o Chinês escrito – nomes de lojas, direções, menus, manchetes de jornais – que ficou como uma grande barreira dizendo “daqui você não passa”. Assim, na nossa volta, resolvi enfrentar a fera e comecei a aprender “a lingua verdadeira”. Não está sendo fácil. Os pictogramas, onde você pode adivinhar a sentido a partir do desenho, são poucas, como também as dicas fonéticas. Exige muito treino, o que para nós hoje em dia, correndo sempre contra o tempo, é difícil. Ainda estou nos meus primeiros passos, mas estou começando a automatizar umas dezenas de caracteres e posso até escrever uma frase inteira.

Sempre fiquei duvidando que um chinês podia anotar uma aula naqueles caracteres tão complicados, mas agora estou vendo que talvez seja possível mesmo. Para mim, o prazer do senso de avanço me veio no momento que podia ler pela primeira vez um manchete num jornal chinês. A partir daí sabia que não tinha volta e vou dominar essa fera no OiChina!

John Wilkinson Professor doutor da UFFRJ

Todos os direitos reservados - www.oichinaonline.com.br © - Desenvolvimento: Tuiuiú Comunicação

× 你好! Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 19:00